Emagrecedores

Medicamentos Farmabraz

Medicamentos para Emagrecer, Redução de Peso e Auxiliar de Dietas com o Menor Preço do Brasil é na Farmabraz, a melhor farmácia Online, entrega rápida e segura.

19 Produto(s)

por página
Direção Descendente

19 Produto(s)

por página
Direção Descendente

Remédios para emagrecer

Os medicamentos para emagrecer não devem ser a primeira opção para o emagrecimento. A melhor opção deve ser mudar os hábitos como por exemplo a alimentação e começar a praticar algum tipo de atividade física por pelo menos 3 a 4 vezes por semana. A melhor maneira de utilizar os medicamentos para emagrecer é sendo um auxiliar, para caso essas mudanças de hábitos não comecem a ter efeitos.

Veja abaixo os principais remédios para emagrecer

Medicamento Sibutramina (prescrito pelo médico em receita azul que deve ser retida pela farmácia no momento da compra).

A Sibutramina tem ação no sistema nervoso central por meio de dois neurotransmissores reduzindo assim o apetite. O corpo fica saciado por mais tempo, e acelera o metabolismo. A Sibutramina reduz o consumo de calorias e aumenta o gasto energético.

Normalmente os médicos prescrevem ela para pacientes com o IMC maior que 30, quando a orientação de mudança de dieta e exercícios não apresentam efeitos.

A Sibutramina é contraindicada para quem tem hipertensão, diabetes ou risco aumentado para doenças cardiovasculares. Efeitos colaterais da Sibutramina:

  • Xerostomia (boca seca)
  • Constipação
  • Dor de cabeça
  • Insônia.

Medicamento Saxenda

O remédio Saxenda, serve para emagrecer. Saxenda é indicado para reduzir a sensação de fome, além de melhorar a glicose no sangue.

Ao contrário dos outros medicamentos de uso oral, o saxenda deve ser injetado sob a pele.

O Saxenda é indicado para ser utilizado junto com dieta e atividade física.

Acredita-se que ele funciona melhor em pessoas com problemas metabólicos, uma vez que ele também preserva o pâncreas.

Os efeitos colaterais do Saxenda podem ser o desenvolvimento de pancreatite, cálculos em vesícula biliar e risco de hipoglicemia no caso de pacientes com diabetes tipo 2.

Medicamento Orlislate

O remédio Orlistate é indicado para interferir na absorção das gorduras, podendo reduzir em até 30% a absorção da gordura consumida na refeição. Ele não age no apetite, mas acaba ajudando a emagrecer pois uma parte da gordura ingerida acaba sendo eliminada nas fezes.

O Orlistate tem como efeitos colaterais fezes oleosas, diarreia e dor abdominal.

Medicamento Fluoxetina (medicamento controlado prescrito pelo médico em receita branca que deve ser retida pela farmácia no momento da compra).

O remédio fluoxetina, indicado para ansiedade também pode ser indicado para emagrecer, pois ele controla a ansiedade e diminui a compulsão alimentar.

Os efeitos colaterais da fluoxetina podem causar: diarreia, náusea, cansaço (fadiga), dor de cabeça e insônia.

Medicamento Sertralina (medicamento controlado prescrito pelo médico em receita branca que deve ser retida pela farmácia no momento da compra).

O remédio sertralina também é um medicamento antidepressivo e também pode ser indicado para emagrecer, pois ele controla a ansiedade e diminui a compulsão alimentar.

Os efeitos colaterais da sertralina podem causar: insônia, sonolência, tontura, dor de cabeça, diarreia, boca seca, náusea (enjoo), distúrbios da ejaculação e fadiga (cansaço).

Medicamento Bupropiona (medicamento controlado prescrito pelo médico em receita branca que deve ser retida pela farmácia no momento da compra).

O remédio bupropiona é um antidepressivo indicado para o emagrecimento coma função de reduzir a compulsão.

Os efeitos colaterais podem causar: insônia, boca seca, cefaleia e, em casos mais graves, convulsões, taquicardia, hipertensão, urticária e manchas na pele.

Medicamentos da classe das Anfetaminas (Anfepramona, Femproporex e Mazindol) (medicamentos controlados prescrito pelo médico em receita que deve ser retida pela farmácia no momento da compra).

Os remédios da classe das anfetaminas, chamados de anorexígenos, agem reduzindo o apetite.

Hoje eles não são vendidos no Brasil, mas há uma sanção aguardando aprovação do presidente do Brasil, para que medicamentos derivados dessas substâncias voltem a serem comercializados. Eles foram proibidos pela Agência de Vigilância Sanitária em 2011, pois não há estudos que comprovem seus benefícios.

Os efeitos colaterais são as alterações comportamentais, como ansiedade, irritabilidade, insônia, tremores e depressão.

Quando usar medicamentos para emagrecer?

Os remédios para emagrecer não devem ser a primeira opção para o emagrecimento. O ideal é primeiro experimentar a mudança de hábitos e realizar atividade física.

Também deve ser avaliado o IMC (índice de massa corpórea). Quando for acima de 30, ou acima de 27 associado a doenças metabólicas, deve ser avaliado seu uso, pois nessas situações os efeitos colaterais dos medicamentos não superam os benefícios possíveis.

Medicamento natural para emagrecer

Os remédios naturais para emagrecer são os a base de produtos naturais e ervas, pois melhoram o funcionamento do organismo. Existem alguns tipos, dentre eles:

Quitosana

A substância quitosana é extraída do exoesqueleto de insetos ou crustáceos e age como uma fibra, trazendo saciedade. Além disso, ela pode interferir muito na digestão e absorção de gorduras pelo trato intestinal, facilitando a excreção destas gorduras nas fezes.

No entanto, não há estudos que mostrem seus benefícios diretos no emagrecimento em seres humanos.

Chás diuréticos

As bebidas com essa propriedade agem reduzindo a retenção de líquido do corpo e acelerando o metabolismo, favorecendo assim a queima da gordura.

Existem chás diuréticos com outras propriedades emagrecedoras, como o chá de hibisco, chá verde que podem ajudar no emagrecimento que forem associados a uma dieta saudável.

Dicas que podem ajudar no tratamento com Medicamentos Emagrecedores:

  • Acompanhamento regular;
  • Dieta balanceada;
  • Exercícios físicos;
  • Evitar álcool, tabaco e outras drogas